quarta-feira, 26 de novembro de 2008




horizontes e interiores
o primeiro passo
fazer das pipas coraçõa
reza
de coração

quinta-feira, 17 de julho de 2008

quarta-feira, 11 de junho de 2008

quinta-feira, 1 de maio de 2008


primera experiência grande que eu fiz... tive que trocar todos os materiais rs

sexta-feira, 21 de março de 2008


converssa de super-homem

pedro em coma


um amigo do moderno mundo da internet me contou uma história sobre ele, que estava em coma...

oferenda

terça-feira, 18 de março de 2008


27 é a idade perigosa

diablo

a fugitiva

a grávida mais triste do mundo, ou não?!

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

karamázovi


olha aí o ódio o "lo amor" dos karamázov, ....

irmão 2


mais experiência de papel, por enquanto me agrada bastatnte a técnica ...

a mãe natureza

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

papelzaico


o bom da pobreza é que assim eu descubro novas tecniocas, tava sem plaata alguma pra comprar canetas novas, acabei fazendo algo só de colagem que nem um mozaico, só que de papel

fanta azia estrela clichê

domingo, 10 de fevereiro de 2008

casa de salvação

as isbás

a fábrica de papel


VULCÃO

Cresci saudável,

em uma pequena

cidade no planalto

de Santa Catarina.

Uma fábrica de papel

estrangeira era a dona

da pequena Otacílio,

e convivíamos com um

nauseabundo cheiro

de peido.

Acostumei-me rápido à fedentina.

Multinacional estadunidense,

vez por outra vovô,

operário aposentado,

contava-me que um sicrano

caíra da caldeira,

morrera eletrocutado,

ou fora esmagado

em alguma máquina.

E eu imaginava a fábrica com um

magnífico poder de destruição

tal qual um vulcão pronto a

destruir toda a cidadela

se os trabalhadores não

fizessem seu trabalho a contento.

Meu tio, certa vez,

sindicalizou-se e organizou

a primeira greve. Quando soube,

muitos anos mais tarde,

tive muito orgulho de sua imensa coragem,

(mesmo tendo ele sido demitido

e obrigado a mudar-se para longe).

O vulcão-fábrica não roncou,

não era outro além do tio e seus grevistas.

Pena não saberem o poder da lava.

Ignorância nunca é eterna.